Conceito

Mecanismo de treino de força Existem poucos mecanismos que causam o crescimento ou hipertrofia muscular. Em geral, para aumentar ou manter a massa muscular, a carga deve ser aplicada para distender as fibras musculares. A quantidade de carga aplicada ao músculo deve ser maior àquela que o músculo está acostumado. Por exemplo, uma caminhada simples usa vários músculos das pernas para mover o corpo para a frente, mas não implica em crescimento muscular, principalmente porque a quantidade de força em cada músculo é bastante baixa. O principal mecanismo de crescimento muscular é o rompimento das fibras musculares devido à força excessiva, ou contração, e a subsequente recuperação das fibras musculares danificadas. Observe que os músculos só podem puxar ou contrair. Uma vez regenerado, ele fica maior e mais forte. Portanto, em resumo, para que os músculos cresçam, é necessário exercer cargas mecânicas cada vez mais pesadas sobre eles.

Métodos de aplicação de cargas aos músculos.

Existem dois métodos principais de aplicação de carga ou tração em um determinado músculo – Pesos Livres como halteres, máquinas ou o peso do próprio corpo; ou qualquer material que tenha boa elasticidade, como borracha / látex ou molas de metal. Cada um desses métodos tem suas vantagens e desvantagens. Uma das vantagens do tubo de látex é que a força necessária para  estendê-lo é leve no início do movimento e aumenta à medida que é estendido. Ao mesmo tempo, os músculos ficam fracos quando totalmente estendidos e ficam mais fortes à medida que se contraem.

Portanto, a força de extensão do látex combina muito bem com a capacidade do músculo. Por outro lado, os pesos livres exercem uma força consistente no músculo.

Ou seja, com os tubos de látex, o usuário pode selecionar cargas mais pesadas sabendo que a carga é leve no início e fica mais pesada conforme o músculo se contrai. Além disso, com os tubos de látex é quase impossível “trapacear” ou fazer qualquer movimento repentino e até mesmo aquele “empurrão final”, que às vezes causam ferimentos graves, especialmente ao levantar cargas pesadas. Os tubos de resistência ou látex reduzem ou eliminam as chances dessas lesões. Outra vantagem é que com eles, pode-se ir ao máximo da extensão, sem nenhum medo de se machucar e sem precisar de um “ajudante”

O princípio de aplicação de carga a um determinado conjunto de músculos neste equipamento são os tubos de látex. Esses tubos são cuidadosamente selecionados de modo que a força necessária para estender os tubos, a uma certa distância, permaneça razoavelmente constante por um determinado número de repetições. Além disso, o comprimento desses tubos é definido para fornecer a força desejada para a maior parte do movimento durante o treino.

 

Os tubos de resistência são codificados por cores, para que seja possível selecioná-los de acordo com o tipo de exercício a ser realizado. É muito importante notar que a quantidade de força necessária para estender esses tubos de resistência aumenta à medida que o tubo é estendido. Assim, a fim de aumentar a carga desejada, o(s) tubo(s) podem ser estendidos ainda mais, à medida que você se afasta de onde eles estão localizados.

Seleção de tubos de látex

Como o Pressbee é baseado em tubos de látex e são eles os responsáveis pela carga, esses tubos são a parte mais importante do equipamento e devem ser os “melhores” disponíveis.

Para se obter uma carga consistente ao longo da vida útil dos tubos e ter o nível adequado de elasticidade, ou usando um termo mais simples (força vs extensão), muitos tubos de látex foram adquiridos e testados em todo o mundo, incluindo no Brasil onde as seringueiras Hevea Brasiliensis foram descobertas.

Finalmente, foi um fornecedor em Ohio, EUA, que forneceu os tubos de látex que atenderam às expectativas. Alguns dos dados dos testes de força vs extensão feitos a partir dos vários tamanhos de tubos , e considerados satisfatórios, estão a seguir.

Para um determinado tamanho de tubo de látex, era de se esperar que o tubo fornecesse a carga necessária quando estendido por um braço de comprimento ou cerca de 60 cm.

Esta é uma extensão ou movimento típico para a maioria das partes do nosso corpo – seja rosca bíceps, supino ou extensão do quadril, etc. Para atingir a carga de resistência para este nível de movimento, uma matriz de comprimento e força foi usada para determinar o comprimento ideal dos tubos, de modo que a carga não seja muito leve no início do movimento e não seja muito pesada no final do movimento .

Por exemplo, tubos longos forneceriam resistência muito leve no início, inversamente, tubos curtos forneceriam uma carga muito pesada no final.

configuração

Design de Base e Step

A Base e o Step são feitos de material ABS que são duráveis, muito fortes e oferecem excelente resistência ao impacto. O Step é muito semelhante à plataforma step típica de academia, em tamanho e forma. No entanto, ele foi projetado para ter a altura necessária para a boa mobilidade na maioria dos exercícios, e para se encaixar na Base corretamente.

A Base é onde todos os tubos de látex são ancorados, e é projetada para suportar uma carga de até 45kg de cada lado, com o usuário no centro da mesma.

Existem seis tubos de resistência de látex presos em cada extremidade, com cinco níveis diferentes de resistência, variando de 4kg a 16kg, quando estendidos por aproximadamente 60 cm. As duas partes (Step e Base) são projetadas para duas configurações de instalação – formato perpendicular e alinhados.

Essas duas configurações aumentam a variedade de exercícios que o usuário pode realizar.

Acessórios

Barras (longa e curta) – são feitas de aço de 1 ¼ polegada revestido de zinco. Dois anéis e saliências de prevenção de deslizamento entre os dois anéis foram adicionados, dois em cada extremidade da barra longa e dois no centro da barra curta. Isso é para garantir que os tubos de látex possam ser facilmente colocados e removidos sem que o anel deslize na barra.

Grips de māo – são feitos de aço e zinco. Eles são moldados para simplificar e facilitar a instalação / remoção dos tubos de látex.

Tiras de tornozelo / joelho – as tiras são dimensionadas para se ajustar ao tornozelo e ao joelho. Velcro de alta qualidade é usado para posicionamento e ajuste rápido. Um acolchoamento largo e macio é preso ao interior da alça para fornecer o maior conforto possível durante o treino.

Correias longas – correias fortes e de alta qualidade são usadas com clipes simples e velcro para fácil colocação e ajuste rápido.

Polia – Polia com duas cordas. Cada corda tem um gancho de mola em uma extremidade e um anel na outra extremidade para anexar / desconectar com rapidez e facilidade.

Conexões de tubo

Conectar os tubos à Base, e também ter um meio de conectar os tubos à barra ou grip de mão, etc., exigiu uma avaliação cuidadosa de como a maioria dos usuários utilizaria o equipamento. Os tubos foram presos à base por meio de uma âncora de plástico. Na outra ponta, anéis com alças foram as melhores opções, pois proporcionam ao usuário ações de adição e remoção rápidas e fáceis. Os clipes foram rejeitados por não serem de fácil utilização ​​e demorados. Os cabos têm tiras presas ao anel no centro e há espaço suficiente para evitar que anéis maiores caiam da barra. Então, para adicionar e remover o(s) anel(is), basta movê-lo(s) pelas extremidades da barra.

Meu Carrinho

0

Nenhum produto no carrinho.